Alegria e paz!

[Fraternidade com as Irmãs]

"Pensais que é de pouco lucro, que a vossa humildade seja tão grande, e o servir a todas e uma grande caridade para com elas, e um amor do Senhor, que esse fogo as incendeie a todas e com as demais virtudes as andeis sempre despertando?"
Santa Teresa de Jesus, VII Moradas 4

"Aqui todas hão-de ser amigas, todas se hão-de amar, todas se hão-de querer, todas se hão-de ajudar" (Santa Teresa, CP 4,7). Este ideal de comunhão é, para a carmelita, tão importante quanto o da união com Cristo Jesus, "pois quem não ama o seu irmão que vê, como pode amar a Deus que não vê?". 
A carmelita que na fé, vê a Deus - qual suave explosão da bem-aventurança da pureza de coração! - transborda de alegria, afabilidade e sinceridade para com todas as suas irmãs e caminha, em doce tensão, amando a Deus acima de todas as coisas e ao próximo como Jesus nos ama, gerando frutos de unidade e de reconciliação, que realizados dentro dos muros da clausura se difundem sobre toda a Igreja e corações de boa vontade.

 

Procurai lendo...
"Meus filhinhos, não amemos de palavra e com  a língua, mas por obras e em verdade"
1 Jo 3,18

da mesma secção

Alegria e paz!

"Pensais que é de pouco lucro, que a vossa humildade seja tão grande ...

Continuar a ler