Vida que passou... Perfume que ficou

[História]

Marianna Ignez (Irmã Maria de Jesus) - Marianna Ignez de Mello da Silva da Fonseca de Sampayo, filha de D. Miguel de Mello Vaz de Sampayo e de Maria dos Prazeres da Silva da Fonseca e Bourbon de Menezes Cyrne, de nobres e cristãs Famílias Portuguesas, nasceu na invicta cidade do Porto, freguesia de Cedofeita, no dia 30 de Dezembro de 1901. Embora nada lhe faltasse e a vida se lhe apresentasse fácil e despreocupada, desde pequenina conheceu o sofrimento com a morte de sua mãe quando tinha 3 anos. Por seu lado o Pai, oficial de marinha da real armada portuguesa, passava longos tempos em viagem, mas escrevia-lhe todos os dias e exigia-lhe igual correspondência.
Mais tarde, governando a casa e fazendo companhia ao Pai, ainda encontrava tempo para se dar aos outros, particularmente aos pobres, e trabalhar ao serviço da Igreja na Acção Católica, aonde foi escolhida como Vogal da Direcção Nacional e nomeada primeira Presidente Diocesana da J.C.F. do Porto.

Generosamente dispôs dos seus bens para construir, nos arredores do Porto, o Carmelo do Coração Imaculado de Maria, para o qual transitou, do Carmelo de Fátima aonde tinha ingressado logo após a morte de seu Pai recebendo, em religião, o nome de Irmã Maria de Jesus. A Quinta da Mória, no Marco de Canaveses, doou-a livremente à Ordem, em Portugal, que aí construiu o Santuário do Menino Jesus aonde funciona também o Centro de Oração e de Espiritualidade dos Carmelitas Descalços.
Depois que a Comunidade do Carmelo do Porto se desdobrou para a nova Fundação no Algarve a 13 de Julho de 1976, a Irmã Maria de Jesus veio juntar-se ao grupo das fundadoras que ansiosamente a esperavam, no dia 3 de Fevereiro de 1977. O testemunho da sua vida embalsamou esta Comunidade com a fragrância das suas virtudes até ao dia em que o carrilhão da torre da Igreja do Carmo, em Faro (aonde provisoriamente vivemos durante os 4 anos da construção do novo Carmelo) anunciou a sua morte. Era o dia 3 de Agosto de 1979... 
 
e este perfume da sua pobreza, humildade e caridade...
jamais se extinguirá!

 

 

Na foto: Os seus restos mortais estão sepultados no pequeno cemitério deste Carmelo de Nossa Senhora Rainha do Mundo.

2014-10-04

da mesma secção

Que alegria para nós!

É com imensa alegria que vivemos a canonização dos nossos amigos Pastorinhos Jacinta e Francisco Marto!
Estas duas candeias da luz divina permanecem muito  ...

Continuar a ler

A inauguração do nosso Carmelo

A  inauguração do Carmelo de Nª Sª Rainha do Mundo realizou-se a 15 de Outubro de 1980, dia em que se celebra a Solenidade da Nossa Madre Santa Teresa de Jesus. Durante ...

Continuar a ler

A construção do nosso Carmelo

O processo de construção não foi nada fácil, pois estávamos em 1976, em plena mudança política e social, para além dos pouquíssimos re ...

Continuar a ler

As nossas origens

Este  Carmelo de Nossa Senhora Rainha do Mundo nasceu mas duma feliz coincidência, muito providencial, donde intuímos muito claramente a vontade de Deus:  dois pedidos que se ...

Continuar a ler